Brothers of Brazil estão neste episódio de ONErpm Sky Sessions

“João Suplicy e Supla” poderia ser tranquilamente o nome de uma dupla sertaneja, mas os irmãos Suplicy formam o Brothers of Brazil, responsáveis por letras irônicas, políticas e despretensiosas. Este projeto vem se destacando no cenário musical brasileiro e os irmãos são os personagens deste novo episódio de ONErpm Sky Sessions. A faixa escolhida para ganhar uma versão acústica foi  Melodies From Hell, que teve videoclipe lançado no início de agosto.

Durante a entrevista, os irmãos Suplicy falam sobre política, sobre a criação da dupla, a vivência no exterior e o porque do nome “Brothers of Brazil”. Também entregam detalhes da gravação do novo disco e do videoclipe da música Melodies From Hell - feito em um bar de Nashville, sul dos Estados Unidos.

Botoes

Música digital se aproxima do mercado físico

Desde 2012 o mercado de música digital cresce de maneira significativa pelo mundo inteiro. E no Brasil o efeito não poderia ser diferente. Os números vêm sendo alavancados pelos serviços de streaming e pelas lojas virtuais, que perceberam no país um lugar perfeito.

A loja iTunes e a plataforma Rdio foram uma das primeiras empresas a perceber esse potencial em nossas terras. E outros não demoraram para desembarcar por aqui, como o Spotify. A empresa mais forte de streaming chegou este ano ao país, deixando o mercado ainda mais competitivo.

Enquanto as empresas brigam por território, os brasileiros consomem cada vez mais música digital, como se vê pelos números de 2013. Segundo a Associação de Produtores de Disco, as vendas de downloads de faixas avulsas e álbuns completos por Internet cresceu 87,15% em relação a 2012.

Em contrapartida, as vendas de mercado físico vem diminuindo. Conforme a ABPD, o ano passado registou uma queda de 15,5% nas vendas de CDs, DVDs e Blu-Rays com conteúdo musical em áudio e audiovisual.

Para os especialistas, a expectativa é que a venda de música digital supere o mercado físico já em 2015. 

YouTube ou Facebook? A ONErpm te ajuda na escolha.

Um artista sem um vídeo, nos dias de hoje, praticamente não existe na internet. Seja só com a letra, seja produzido de forma profissional ou caseira, ter algo visual e audível na Internet deve ser uma prioridade para quem está começando e até para quem já está na estrada há mais tempo. Mas e na hora de publicar?

Bom, tanto o Facebook quanto o YouTube são ferramentas essenciais de marketing se você quer ser encontrado nessa tal de rede mundial de computador. Ambos tem um número imenso de usuários cadastrados e maior ainda de visualizações, apesar de ter algumas diferenças, então é bom pensar antes de escolher onde você quer seu vídeo publicado.

YouTube:

  • É possível rentabilizar por cada execução com direitos autorais. Não sabe como? Pergunte à ONErpm
  • Na hora de procurar vídeos, as pessoas acessam o YouTube, o Facebook ainda não tem ferramenta de busca específica para isso.
  • Para de compartilhar, basta pegar o link e colocar em todas as redes em que você está presente. O Facebook, por exemplo, abre diretamente vídeos de qualquer procedência na timeline.
  • Quando novos vídeos são colocados no seu canal, os usuários inscritos recebem um aviso.
  • É possível acrescentar diversos links para divulgar seu trabalho, como Instagram, site oficial, Twitter, ou o que quiser.
  • Você pode adicionar palavras-chave para facilitar a busca do seu vídeo.

Facebook:

  • Vídeos no Facebook podem ser rapidamente taggeados para aparecer na timeline dos amigos (isso também pode acontecer com vídeos do YouTube linkados no Facebook)
  • Eles podem se tornar virais de forma muito mais fácil e rápida do que no YouTube, com o “like” do amigo que aparece na timeline de outro. E assim por diante.

Para vídeos, o YouTube continua sendo a melhor ferramenta para artistas e bandas que querem mostrar o seu trabalho. E receber receita do YouTube a partir de visualizações do seu vídeo já é uma realidade

A ONErpm tem o Programa de Parceria YouTube ONErpm, que faz com que você seja pago quando suas músicas forem tocadas nos seus próprios vídeos e em vídeos de terceiros que forem disponibilizados com a sua arte. 

Entenda mais e comece a faturar com seu talento a partir de hoje! 

Botoes

25 anos de independência

O Racionais MC’s segue firme e forte traçando seu caminho para se imortalizar na história da música nacional. Já são 25 anos de carreira, um show atrás do outro, cinco álbuns de estúdio e milhões de visualizações no YouTube, sem falar nos números da fanpage dos caras. E é assim que eles vem faturando há tanto tempo.

Formado por Mano Brown, DJ KL Jay, Edi Rock e Ice Blue, o Racionais MC’s ficou conhecido pelas letras recheadas de críticas sociais e que narram a vida de quem é negro e pobre no Brasil. O grupo, no entanto,  está sem lançar um novo disco desde 2002. Antes deles se reunirem para esse especial de 25 anos, só haviam se apresentado ao vivo no VMB de 2012.

Segundo o comunicado oficial da produtora do grupo, as apresentações terão cenários e repertórios marcando o tempo de estrada – tudo para agradar os fãs. “Chegar aos 25 anos de carreira é motivo de agradecimento, gratidão por quem botou fé, ou seja, o público que acompanha. Vamos comemorar esses 25 anos ao lado dos fãs e de alguns parceiros importantes para o grupo”, afirma Mano Brown, um dos fundadores do grupo.

O Racionais MCs foi formado em 1988 e lançou cinco discos de estúdio, todos de forma independente, com sucessos como “Diário de um Detento”, “Capítulo 4, Versículo 3”, “Negro Drama” e “Vida Loka pt 1 e pt 2”. Para distribuir suas músicas na internet, eles contam com a ONErpm (https://onerpm.com.br), que coloca as faixas de cada disco em diversos serviços de streaming.

O grupo está em turnê para comemorar os 25 anos de carreira com independência total, sem precisar de grandes manchetes para vender seus discos. Mano Brown e companhia nos ensinam que independente da indústria fonográfica ou da mídia especializada, o som que se faz com o coração vai longe e atinge nossos ouvidos em cheio. 

Seja um artista ONErpm também, entre em contato, cadastre-se e ganhe dinheiro trabalhando com seu talento.

Botoes

III Conferência Funk recebe executivos da ONErpm e YouTube

Você sabia que o funk é um dos gêneros que mais geram faturamento pra artistas? No Rio de Janeiro, o funk já virou patrimônio cultural e é responsável por gerar cerca de R$ 10 milhões anuais para a cidade, segundo pesquisa da FGV. 

Os MCs e duplas vem ganhando cada vez mais projeção em mídia nacional e internacional, com destaque para a realização de shows na Europa e interesse de artistas e produtores de diversos lugares do mundo - exemplo da Beyoncé que dançou Ah Lek Lek em seu show nos Estados Unidos.

Nesta terça-feira, dia 19 de agosto, acontece a III Conferência Funk, no Rio de Janeiro, onde rola um debate sobre o funk nos meios digitais. Diretores da ONErpm e do YouTube Brasil foram convidados para falar sobre o novo mercado da música e sobre a monetização do funk no YouTube, com Arthur Fitzgibbon, Sandra Jimenez, Toddy Ivon e DJ Grandmaster Raphael.

A ONErpm é a principal e maior rede de conteúdo musical no YouTube Brasil, com mais de 300 milhões de visualizações mensalmente. A empresa é responsável pela promoção de audiência nos canais de YouTube afiliados, além de produzir colaborações e incentivar o uso das melhores ferramentas para criação.

A III Conferência Funk teve encontros nos dias 05 e 12 de agosto, e os próximos serão nos dias 19 e 26, na sala Funarte Sidney Miller, das 18h às 20h e tem entrada gratuita. 

Botoes

A combinação do Supercombo

A ONErpm Sky Sessions preza pela pluralidade. O Supercombo é a terceira banda a gravar uma versão acústica no topo do Edifício Eiffel, em São Paulo. A música Piloto Automático, escolhida para apresentação, saiu do terceiro álbum da banda, Amianto. Um dos principais hits desse disco, a letra fala sobre estar preso ao cotidiano e não ir atrás de seus sonhos. Algo comum em grandes metrópoles, infelizmente…

Na entrevista, bem descontraída, os integrantes falam sobre como a banda começou, a bagagem musical por ter diferentes estilos juntos, sobre o disco Amianto e a música Piloto Automático, sempre bem recebida pelo público onde quer que eles toquem.

Botoes

Teatro Mágico é o grão da música

Depois de uma trilogia fonográfica, com Entrada para Raros, Segundo Ato e A Sociedade do Espetáculo, O Teatro Mágico voltou ao estúdio para começar uma nova fase musical. Resgatando elementos brasileiros, como a percussão do candomblé, e mantendo características mais contemporâneas, o Grão do Corpo traz guitarras mais pesadas e menos violão, em comparação com os primeiros discos.

image

Escute o single Mãos aos Desolados: 

O novo álbum também é lançado de forma independente. Segundo Gustavo Anitelli, um dos líderes da banda, a escolha de se manter independente se dá pelo fato de que “as gravadoras não tem muito o que oferecer” e eles ganham mais dinheiro com direitos autorais e propriedade intelectual da marca da banda, como mochilas.

O Teatro Mágico é um grupo que tem parceria de distribuição musical com a ONErpm. Este novo disco está para audição de forma gratuita na Deezer.

Escute Grão do Corpo:

Junte-se ao pessoal do Teatro Mágico. Venha para a ONErpm, distribua seu som para Deezer, Spotify, Rdio e ganhe com direitos autorais.

Botoes

Como melhorar suas vendas no iTunes

Nenhuma loja virtual vende mais que o iTunes. Na verdade, os seus números são tão altos que superam as concorrentes juntas. Um estudo da Asymco aponta que a empresa concentra 75% das vendas nesta área. Por esse razão, o artista que busca ser ouvido pelo mundo inteiro deve colocar a sua música lá.

E quem pode fazer essa ponte e colocar a sua música na loja da Apple? Bem, melhor escolher a parceira preferencial do iTunes na América Latina. Em outras palavras: a ONErpm. Com ela, o seu disco estará disponível na loja virtual em 48h! Você pode se cadastrar clicando aqui.

Interessante também é saber como divulgar que a sua música está no iTunes. Vejamos duas formas bem legais para fazer a sua música se destacar e trazer os resultados que todo artista espera. São estas: pré-venda e instantgrat.

PRÉ-VENDA
A pré-venda, como o nome já diz, oferece a oportunidade de que seus fãs comprem suas músicas antes do lançamento. Mas você pode se perguntar: o que eu ganho com isso? Primeiro que você fatura a partir da expectativas dos seus fãs, antes mesmo do disco sair. 

Por isso, vale a pena elaborar uma contagem regressiva, lançar um teaser do álbum, e-mails para sua base de fãs… Tudo isso vai gerando publicidade e interação com os fãs, e o lançamento, aos poucos, vai se tornando um “evento”. Tendo feito isso, é possível que o seu disco tenha um melhor posicionamento no ranking de vendas no dia do lançamento.

INSTANTGRAT
Outra estratégia para o lançamento é o “Instantgrat”, ou seja, “recompensa instantânea”. Dessa maneira o artista premia os fãs que comprarem o disco na pré-venda. Ou seja, se o fã compra o álbum antes do lançamento, ganha, por exemplo, mais três músicas! Essas bônus fazem o fã se sentir especial, e se sentindo assim ele terá vontade, inclusive, de divulgar o motivo da alegria – ou seja, o seu disco. Daí que vem a publicidade boca a boca.

A ONErpm pode te ajudar com estes modelos para a sua banda faturar com o iTunes. Fale com a gente: onerpm.com.br

Sampa Crew: o R&B sem medo de amar

Formado no final dos anos 80, o Sampa Crew é a referência do R&B brasileiro e agrega os mais diferentes estilos: rap, soul, MPB e funk melody. Mas a verdadeira marca do grupo mora no romantismo. O tema está presente na maioria das letras da banda. 

Nesta entrevista para o ONErpm Sky Session, o grupo fala sobre o mercado fonográfico, a cena da música pop e, claro, a faixa “Sem Medo de Amar”.

Assista também a versão à capela de “Sem Medo de Amar”, gravada no ONErpm Sky Sessions.

Botoes

O fardo do Marcelo Nova

“12 Fêmeas” é o trabalho mais recente do roqueiro Marcelo Nova. E, como não podia deixar de ser, o cara segue firme e forte no rock and roll. Por isso, para aqueles que gostam de dizer que o gênero morreu, que passem no iTunes e baixem as o disco. Vão mudar de ideia. 

Em entrevista para o G1, o músico falou sobre o disco: “Uma das características de meu trabalho é não permanecer amarrado a nada, no sentido de: gravei a música com o monge, vou ter que reproduzi-la igual ao disco? Claro que não. Quando gravo, dou o meu melhor, porque sei que vou morrer e meus discos vão ficar, mas o momento me limita”.

Essa dedicação faz o seu trabalho um dos mais aclamados, já que consegue estar ligado às raízes do rock, mas sem cair em repetições e facilitações. Marcelo Nova consegue ao mesmo tempo pegar os velhos temas e colocar novas novas perspectivas, novas relações, tirar o rock da sua zona de conforto. 

É assim que Marcelo explica o seu trabalho de criação: “Este processo de partir do zero, de remodelar minha obra, de tocar minha obra de uma maneira diferenciada me motiva, e não vejo nenhuma razão para não fazê-lo. Perpetuar um arranjo por toda a vida é limitar a canção. É dedicar à canção apenas uma face, e eu não sou reducionista. Minha música é fundamentada em textos, e eu não quero aprisioná-los. Os temas das minhas canções são atemporais: dor, paixão, inveja, ódio, poder”. É nesse contexto que Marcelo canta estes versos: “Seu fardo não é/ Tão pesado quanto o meu”.

Na verdade, não é apenas o rock que ganha, mas a música em geral. Marcelo é o tipo de artista pra ser seguido, já que segui-lo significa encontra o próprio caminho, dentro da própria verdade musical. 

Quer ouvir o disco? É só escolher: 

Rdio: http://on.rdio.com/1qYwFX6
D
eezer: http://bit.ly/1ogwwvX
Spotify: http://bit.ly/V4KjbY

Botoes